A vontade de Deus é que sejais santos. (1 Ts 4,3)

Na solenidade do Sagrado Coração de Jesus, rezamos pela santificação dos padres. Essa iniciativa de um dia de santificação sacerdotal foi do padre italiano Mário Venturini, fundador da Congregação de Jesus Sacerdote, no ano de 1948, com sede em Trento, na Itália. Em 1995, o Papa João Paulo II anunciou a proposta da Congregação para o Clero de se celebrar este Dia de Santificação dos Sacerdotes, por ocasião da solenidade do Sagrado Coração de Jesus. O objetivo é ajudar os padres a conformarem-se cada vez mais com o Coração do Bom Pastor.

“Os presbíteros alcançarão a santidade de maneira autêntica, se desempenharem suas tarefas de modo sincero e incansável no Espírito de Cristo” (PO, 13).

É salutar que rezemos pela santificação dos sacerdotes, pois a santidade de vida reforça o ministério. O testemunho fala mais que as palavras, é uma porta para que os fiéis entrem e conheçam a verdade de Deus presente em suas atividades pastorais.

Nesse tempo de pandemia, de crises, limitação no exercício da vocação, rezemos pela vida, saúde e espiritualidade de nossos padres. Peçamos que o ministério de cada sacerdote seja fonte de santificação. É nesse exercício cotidiano que cada um encontra os meios da santidade. É ali que o Espírito age através da pessoa do presbítero.

Agradeçamos a vocação e os serviços prestados ao povo de Deus através dos nosso padres em nossa Igreja particular.

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós.

Coração Imaculado de Maria, sede a nossa proteção.

  Dom Paulo Roberto Beloto, Bispo Diocesano.