Dom Paulo envia mensagem de agradecimento pela presença dos agostinianos em Igarapava

“Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!"

A paróquia Santa Rita, em Igarapava, foi criada no dia 4 de novembro de 1853. Desde 1947 é assistida pela Ordem dos Agostinianos Recoletos. Após esse longo e frutuoso tempo de evangelização, será assumida pelos padres do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador.     

Não se pode expressar em poucas palavras o significado dessa presença, nesses mais de 70 anos. Ouso aproveitar essa ocasião para agradecer a Deus pelos imensos benefícios que Ele concedeu a essa paróquia e ao povo de Igarapava, através do trabalho missionário dos frades agostinianos. Olhamos essa história e vemos quantas coisas bonitas foram realizadas. Podemos dizer que foi o trabalho dos “operários da primeira hora”, que lançaram as sementes do Evangelho nessas terras, dando sua valiosa contribuição na evangelização.

Agradecemos pela criação de capelas e comunidades rurais e urbanas, dos organismos que possibilitaram uma vivência mais eficaz da fé, como os conselhos, colaborando com os párocos e vigários no planejamento, execução e avaliação das diversas atividades, no governo e na administração da paróquia.

Louvamos a Deus pela solicitude das diversas pastorais e movimentos; celebrações dos sacramentos, formação, como o Curso de Teologia, ministério da caridade, com a presença e participação tão importante e necessária dos fiéis leigos e leigas.

Estive na paróquia por várias vezes e sempre fui muito bem acolhido. Destaco a visita pastoral, realizada no mês de maio de 2015. Ali pude perceber o seu dinamismo pastoral, a responsabilidade e o zelo dos padres.

Bendizemos ao Senhor pela Ordem dos Agostinianos Recoletos. Muito obrigado a todos os padres que passaram por essa paróquia, de modo particular, Freis Wagno, Alexandre e Romualdo, este na paróquia desde 2004. Que Deus continue abençoando essa presença, nas paróquias Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora das Graças, em Franca, assim como na formação de nossos seminaristas no curso de filosofia.

Acolhemos com alegria e desejamos bom trabalho aos padres salvistas. 

“Eterna é a sua misericórdia!” (Sl 118,1).

Dom Paulo Roberto Beloto, Bispo Diocesano.


Nas fotos,respectivamente, Frei José Alexandre de Matos, Frei Wagno Broedel Palma e Frei Romualdo Martinucci.

PUBLICACAO1


1 Comentaram este assunto

Enviar Comentários

Notificar