Dom Paulo preside a Solene Vigília Pascal na Catedral

A celebração da Vigília Pascal -a Grande Vigília, na noite do Sábado Santo é a mais importante de todas as celebrações cristãs, a mãe de todas as Vigílias ensina a santa Igreja, porque comemora a ressurreição de Jesus Cristo.

Dom Paulo Roberto Beloto presidiu, Pe Rogério e Pe Wallace concelebraram, tendo diácono João César como colaborador, a Solene Vigília Pascal na Sé Catedral na noite de sábado (03).

No início da Vigília, depois de acender o círio pascal (Liturgia da Luz), proclamou-se a Ressurreição e recitou-se a Proclamação da Páscoa, que é dirigida a toda a humanidade, mas especialmente aos cristãos. Nesta noite, excepcionalmente foram omitidas algumas leituras.

Em sua homilia, Dom Paulo sintetizou em três palavras esta noite: gratidão, alegria e esperança. Gratidão pelas maravilhas que o Senhor realiza em nossas vidas. As vezes vamos nos acostumados com a situação difícil que estamos vivendo e não percebemos as coisas boas que acontecem, disse ele. Deus não deixou de realizar maravilhas no nosso meio. A alegria, ninguém pode nos tirar, temos Cristo Ressuscitado. A esperança porque ele caminha a nossa frente, se antecipa na nossa história, caminha a nossa frente. Enfatizou ainda que tudo o que acontece na Vigília, orações, símbolos... tudo expressa a gratidão que devemos a Deus.

Por fim enfatizou o sinal da Luz, que se repete várias vezes nesta celebração e seu significado na vida do cristão.

Seguiu-se a Liturgia Batismal, com a bênção da água para aspersão e a renovação das promessas batismais.

Num ambiente festivo e de agradecimento, pois cumpriu-se as promessa de Deus foi dada a benção final.

Ver Álbum