Papa: a criação geme, a pandemia é uma encruzilhada

Em 1º de setembro de 2020 celebra-se o 6º Dia Mundial de Oração pelo cuidado da criação instituído pelo Papa Francisco em agosto de 2015. A Sala de Imprensa da Santa Sé, por ocasião da data, publicou o texto da mensagem do Santo Padre para este Dia Mundial de Oração anual, data que recorda a importância deste tema também explicado na Carta Encíclica “Laudato si” (Louvado sejas) sobre o cuidado da casa comum publicada na Solenidade de Pentecostes de 2015.

Com a data, abre-se o Tempo da Criação que se conclui no dia 4 de outubro, memória de São Francisco de Assis. Durante este período, os cristãos renovam em todo o mundo a fé em Deus criador e unem-se de maneira especial na oração e na ação pela preservação da casa comum.

Na mensagem deste Dia Mundial de Oração, o Papa reconhece que “a pandemia atual levou-nos a redescobrir estilos de vida mais simples e sustentáveis” por isso destaca que “Devemos aproveitar este momento decisivo para acabar com atividades e objetivos supérfluos e destrutivos, e cultivar valores, vínculos e projetos criadores”.

Inaugurando este Tempo da Criação, foi divulgada a mensagem do Papa Francisco, cujo tema é “Jubileu pela Terra”, tendo em vista que se celebra precisamente este ano o quinquagésimo aniversário do Dia da Terra. Na Sagrada Escritura, recorda o Pontífice, o Jubileu é um tempo sagrado para recordar, regressar, repousar, restaurar e rejubilar.

“A desintegração da biodiversidade, o aumento vertiginoso de catástrofes climáticas, o impacto desproporcionado que tem a pandemia atual sobre os mais pobres e frágeis são sinais de alarme perante a avidez desenfreada do consumo”, afirma o Papa em sua mensagem para o Dia Mundial de Oração pela Criação.

Leia a íntegra da Mensagem