Semana Santa

 “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1)

Caros irmãos e irmãs, com o Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, iniciamos a Semana Santa. Celebramos o mistério central da fé cristã. Nela se concretiza a razão da encarnação do Verbo: fez-se carne para salvar-nos reconciliando-nos com Deus.

O Catecismo da Igreja Católica afirma que “o mistério pascal da Cruz e da ressurreição de Cristo está no centro da Boa-Nova que os apóstolos, e a Igreja na esteira deles, devem anunciar ao mundo” (CIgC, 571).

Nessa ocasião extraordinária que estamos vivendo, como entrar no mistério da Semana Santa? Mesmo com todas as privações, com ânimo e generosidade. Vamos deixar o Espírito renovar em nós, através das celebrações, mesmo pelos meios de comunicação, da palavra, das orações, dos sinais, das pessoas e do mistério eucarístico a nossa vida cristã.

Somos convidados a reconhecer a entrada de Jesus em nossa vida. É o único que pode dar sentido à nossa existência. Quando acolhemos Jesus recebemos o amor, a vida e a salvação.

João 13-17 é um conjunto de cenas que acontecem na última ceia de Jesus com os seus discípulos. São lições do mestre, ditas num clima de discrição, de silêncio e de contemplação. São as verdades do amor, também para nós, pois ali estamos, de coração.   

Na intimidade com Jesus entendemos que a nossa vocação é um serviço de amor. O lava-pés é um sinal profético que nos ajuda a compreender todo o mistério da encarnação do Verbo e sua missão. Ele veio para servir.

Deixe Jesus lavar os seus pés! Deixe que Ele o ame! É este amor que nos salva e que dá sentido à nossa existência e a nossa missão. Quando recebo da vida de Deus, do seu amor, a minha vida encontra sentido. Ai posso também amar e servir.

Caros irmãos e irmãs, na riqueza da espiritualidade desses dias, deixemo-nos transformar por Jesus Cristo, através da cruz e da ressurreição.

Também somos chamados a essa entrega confiante nas mãos de Deus: Ele é a nossa única esperança.

Que o Espírito nos ajude a encontrar verdadeiramente a fé e que Ele nos dê a força de anunciar Cristo crucificado e ressuscitado e de testemunhá-lo no amor a Deus e ao próximo.

Uma boa Semana Santa para todos.

Dom Paulo Roberto Beloto, Bispo Diocesano.