Notícias da 58ª Assembleia da CNBB , 14/04.

Após a oração inicial, Dom Walmor destacou a presença da presidência do CELAM, em nossa Assembleia, no dia de ontem: é sinal de nossa comunhão. A Igreja no Brasil deve dar a sua contribuição.

Dom Joel encaminhou o primeiro assunto do dia, a elaboração de um “Novo Estatuto” da CNBB. O atual foi aprovado em 2002, com reformas em 2017, a inclusão de um vice-presidente, em 2019, e agora, está em discussão a sua atualização. A inspiração central tem como critérios a Sinodalidade e a Missão, e como destaques fundamentais: a formação integral dos discípulos missionários, a gestão eclesial e o diálogo estratégico com a sociedade. O grande objetivo é que a Conferência responda de modo mais eficaz aos desafios atuais para a evangelização. A reformulação do Estatuto deve servir a essa incumbência, que reflita a instituição e esteja a seu serviço. As contribuições serão consideradas pela equipe de redação.

Dom Edmar Peron apresentou vários assuntos da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, como: o processo de revisão do Missal Romano; o projeto “Celebrar em Família”; orientações para adequação litúrgica, restauração e conservação de Igrejas; revisão do Hinário Litúrgico do ciclo do Natal; atualização do Estudo sobre os cantos na missa; publicação das músicas da Liturgia das Horas; vinho canônico, seguir os critérios da CNBB; santos no calendário litúrgico do Brasil, sempre manter a centralidade do Domingo, como principal dia de festa; inserção de algumas memórias de santos no calendário litúrgico da Igreja no Brasil.

Com as devidas correções e inserções, foi aprovada a Mensagem ao Prefeito da Congregação para os Bispos, Cardeal Marc Ouellete.

Sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021, foram apresentados vários questionamentos, observações, sugestões e indicações. É preciso ressaltar a importância da CF, como um excelente e rico instrumento que ajuda a celebrar a Quaresma e refletir temas complexos e difíceis, mas atuais e urgentes. As vozes e reações contrárias devem ser acolhidas e servir como elementos para se descobrir caminhos pastorais diante das polarizações. Não se pode esquecer o essencial da CF, que são o diálogo, a unidade e a paz.

A Assembleia aprovou por maioria absoluta a criação do Regional Leste 3, abrangendo as dioceses localizadas no Estado do Espírito Santo.

TEMA-CENTRAL

Tema central da Assembleia: “E a Palavra habitou entre nós (Jo 1,14). Animação Bíblica da Pastoral a partir das Comunidades Eclesiais Missionárias. Apresentação das inserções, correções ou acréscimos. A Comissão irá encaminhar o texto como Estudo da CNBB.

Sobre os recursos mobilizados na Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil: “É tempo de Cuidar!”, os membros do Comitê apresentaram os resultados registrados de 2020 e incentivaram as ações em curso nas dioceses, principalmente através da Cáritas. As perspectivas para a 2ª fase da campanha se voltam para ações focadas no enfrentamento à fome.

Mons. Jamil Alves de Souza, Diretor-Geral das Edições CNBB, que completa 15 anos de serviço de evangelização, fez uma apresentação executiva das ações 2020-2021 da Editora.

Apresentação da Mensagem Pastoral da 58ª Assembleia Geral da CNBB ao Povo Brasileiro: “Esperamos novos céus e uma nova terra, onde habitará a justiça” (2 Pd 3,13).

Irmã Maria Inês coordenou a apresentação das Informações dos Organismos do Povo de Deus: CNBB, Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Comissão Nacional dos Presbíteros (CNP), Comissão Nacional dos Diáconos (CND), Conferência Nacional dos Institutos Seculares (CNIS) e Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB). Objetivo da participação na Assembleia: unidade e comunhão.

Dom Paulo Roberto Beloto, Bispo Diocesano.